Call - 01632 960248

Aqui voce se sente em um cassino sem precisar sair de casa.

Cassinos e suas historias absurdas

Ao longo dos tempos muitas pessoas já ficaram famosas por darem golpes em cassinos ou até mesmo se destacaram usando sua própria habilidade, inteligência e capacidade.

No final dos anos 90 diversos órgãos e agências de aplicação da lei nos Estados Unidos, o FBI e o Serviço Secreto americano foram até a residência de um cidadão chamado Louis Colavecchio. Lá, em meio a seus negócios relacionados à ortopedia, eles encontraram milhares de fichas de cassino manufaturadas de dezenas de cassinos da América do Norte.

O que diferencia Colavecchio de outros falsificadores é que ele tinha a incrível habilidade de reproduzir as fichas que eram usadas nos cassinos, fossem elas feitas de metais preciosos ou de pedra. Você não corre esse risco no Jet Set Play As fichas das máquinas de slots ou caça-níqueis não eram apenas falsificações, elas eram na verdade exatamente igual as originais em todos os aspectos. Elas eram essencialmente a mesma coisa.

Conhecido como “The Coin”, ou “moeda”, ele precisava de um equipamento muito exclusivo e especializado. Entre essas coisas tão difíceis de serem adquiridas, estavam metais preciosos como cobre, zinco e níquel, ferramentas a laser para cortar, moldar e criar relevo nas fichas, além de uma prensa de 150 toneladas importada da Itália.

Ele era tão bom, que as moedas foram levadas pelos oficias a um dos cassinos onde Colavecchio havia aplicado um de seus golpes e os especialistas em segurança do estabelecimento não acreditaram que se tratava de uma cópia. Ele poderia fazer a rapa em qualquer cassino que quisesse antes mesmo que qualquer um suspeitasse de seus crimes. Eles só ficaram espertos com suas atividades passaram a se expandir com grandes premiações em diversos cassinos do continente americano.

Ainda levaram semanas para que eles realmente descobrissem como aquele cara havia roubado de alguma forma dúzias de cassinos. Confira como ganhar! Era tão impossível de imaginar e perceber que a ficha era falsa que por muito tempo permaneceram sem saber quanto dinheiro ele já havia faturado usando esse golpe. Estima-se que esse número gira em torno de 100 a 500 mil dólares e a tendência é que aumentasse gradativamente. O governo teve que dispor de dois depósitos para guardar tudo o que encontraram em posse de Colavecchio.

As partes envolvidas conseguiram chegar a um acordo judicial, onde ele teria que mostrar o funcionamento de toda a sua operação para que evitasse futuras trapaças em cassinos.

 

A equipe de Blackjack do MIT

Essa é a famosa história do grupo de estudantes universitários que deu inspiração ao roteiro do filme “Quebrando a Banca” (21: A Última Cartada, em Portugal).

Com certeza é uma das histórias de cassinos mais famosas de todos os tempos, pois muitos livros já foram escritos sobre ela, além do filme acima citado.

Tudo começou quando, em meados dos anos 90, estudantes do Instituto de Tecnologia de Massachusetts passaram a se reunir após as aulas para estudar sistemas baseados em estatísticas matemáticas para levar vantagem em um jogo de Blackjack. Nos anos seguintes eles aplicaram a técnica de contagem de cartas em diversos cassinos.

No início, o corpo de estudantes e associados começaram uma campanha para recrutar alunos interessados. Para isso, espalharam flyers pelo campus da faculdade e passaram a a selecionar algumas pessoas. Os interessados tinham que responder a teste, para que apenas os melhores fossem escolhidos. Após uma primeira seleção, os candidatos passavam por um treinamento no sistema que seria utilizado. O sistema de contagem de cartas consiste basicamente em ter conhecimento de todas as cartas que estão em jogo para poder ter uma probabilidade matemática de uma carta favorável ao jogo saia na sequência. Se bem feita, pode significar uma vantagem considerável em relação ao dealer. A ideia não era nova e milhares já haviam testado e aplicado anteriormente, mas esse grupo de alunos elevou essa estratégia a um nível nunca antes visto.

Eles criaram maquetes de cassinos e ambientes em que o time agiria. O fato de ter uma equipe trabalhando, minimizava as chance de serem pegos, maximizava as oportunidades e mascarava os padrões de apostas que são usados quando utilizamos a contagem de cartas. Os cassinos eram experientes em identificar uma pessoa contando cartas e jogando, mas teriam muita dificuldade em pegar o grupo inteiro.

Para isso, eles treinaram a dinâmica com que o grupo agiria muitas vezes para chegar o mais próximo da perfeição, acumulando mais de 5 milhões em lucros durante os anos em atividade.

  

Feedback Form

Diversao garantida e com toda a seguranca.


 

Happy Clients

Esportes e tecnologia juntos para o bem do seu bolso.

Me lembro que costumava a apostar em caca-niqueis quando era mais novo. Mas quando passaram a proibir essa atividade no Brasil, parei de jogar. Agora voltei a jogar online e tenho que confessar que em muitos momentos e muito mais emocionante.
By
Marcelo Verissimo
Tecnico de Manutencao

Happy Clients

Meu sonho sempre foi ir pra Las Vegas, conhecer os cassinos e passar dias so apostando. Eu ainda nao conheco, mas quando for vou estar muito mais preparado devido a experiencia que adquiri apostando online.
By
Felipe Almeida
Professor Universitario